Informativo Esquematizado do STJ

Clique na imagem para ver todos os Informativos Esquematizados do STJ

Informativo esquematizado do STJ Informativo esquematizado do STJ

Informativo Esquematizado do STF

Clique na imagem para ver todos os Informativos Esquematizados do STF

Informativo esquematizado do STF Informativo esquematizado do STF

Novidades Legislativas

Clique na imagem para ver as últimas novidades legislativas

Informativo esquematizado do STF Informativo esquematizado do STF

terça-feira, 7 de junho de 2016

Decreto 8.783/2016: Ministério da Saúde pode requisitar avião da FAB para transportar órgãos, tecidos e partes do corpo destinados a transplante



O Decreto 2.268/97 regulamenta a Lei nº 9.434/97 dispondo sobre a remoção de órgãos, tecidos e partes do corpo humano para fim de transplante e tratamento.

Este regulamento foi alterado hoje (07/06/2016) pelo Decreto nº 8.783/2016.

O Decreto nº 8.783/2016 estabeleceu que o Ministério da Saúde, por meio de sua unidade que cuida de transplante, poderá requisitar apoio da Força Aérea Brasileira (FAB) para que esta forneça aviões ou helicópteros para o transporte de órgãos, tecidos e partes do corpo humano, até o local onde será feito o transplante ou, quando assim for indicado pelas equipes especializadas, para transporte do receptor até o local do transplante (art. 4º, X, do Decreto nº 2.268/97).

Para atender às requisições do Ministério da Saúde, a Força Aérea Brasileira deverá manter permanentemente disponível, no mínimo, uma aeronave, que servirá exclusivamente para esse transporte.

Em caso de necessidade, o Ministério da Saúde poderá requisitar aeronaves adicionais, ficando o atendimento a essas requisições condicionado à possibilidade operacional da FAB.

Quando as equipes especializadas indicarem que o receptor deva ser transportado ao local da retirada dos órgãos, tecidos e partes do corpo humano, ele poderá ser acompanhado por profissionais de saúde, por familiares ou por outras pessoas por ele indicadas, desde que existam condições operacionais.



Print Friendly and PDF